DE KENTUCKY AO TENNESSEE, UMA ROTA ENTRE BOURBON E WHISKEY

Por Reggie Oliveira

A Travel South USA, organização oficial de marketing regional para os 12 estados do Sul dos Estados Unidos, promoveu na quinta-feira (28/02), um encontro informal com palestra, degustação de bourbons e aula de coquetelaria americana com os mixologistas Rodolfo Bob e Laércio Zulu no Raiz Bar, speakeasy bar no subsolo do restaurante Jacaranda, em Pinheiros.

Os 12 estados do sul dos Estados Unidos oferecem uma calorosa hospitalidade, recebendo turistas de todo o mundo em busca de praias imaculadas, caminhada pelas montanha, música animada, festivais, sítios históricos, gastronomia repleta de Soul e pela famosa rota turística do Whiskey – Bourbon. Rota criada em 1999 pela onda de popularidade com o crescimento das indústrias de bourbon e uísque norte-americanas ao redor do mundo.

Estados representados pela Travel South USA

Para se produzir um Bourbon, um autêntico uísque americano, o destilado não precisa ser feito apenas nos estados de Kentucky ou do Tennessee, mas seu Mashbill (a composição do mosto) deve consistir de no mínimo 51% de milho (porém, a grande maioria das destilarias utilizam valores acima de 70%) associado com “grãos” que incluem cevada maltada, centeio e trigo. O seu amadurecimento deve ser por no mínimo dois anos em barricas novas de carvalho carbonizadas.

Em Kentucky, a qualidade dos Bourbons produzidos transformou o estado em uma referência na produção da bebida. Unir com maestria o milho e o álcool em barris de carvalho permitiu ao Estado o desenvolvimento de uma rota turisca própria – a Trilha do Bourbon do Kentucky – que destaca as principais destilarias reunidas em todas as cidades produtoras. Ainda que alguns dos holofotes projetem as famosas corridas de cavalo, o Kentucky segue investindo na produção do Bourbon, o que incentivou a chegada da Old Forester e da Rabbit Hole Distillery, em 2018, que somadas totalizam 17 destilarias.

A jornada iniciada na capital Louisville rende as primeiras descobertas no recém-criado Kentucky Bourbon Trail Welcome Center, um espaço concierge localizado no primeiro andar do Museu Frazier que oferece informações sobre destilarias, gastronomia e vida noturna. Ali, o turista se informa com detalhes sobre todas as rotas, como por exemplo, da destilaria Angel’s Envy, que envelhece seu destilado em barris de vinho do Porto configurando um Bourbon com sabor mais sutil. Já a Evan Williams Bourbon Experience, com um tour estilo speakeasy, sugere uma imersão na produção artesanal de Bourbon, salientando o legado deixado por Evan Williams, o primeiro destilador comercial do Kentucky.

Evan Williams Single por Reggie Oliveira

O Evan Williams Kentucky Straight Bourbon, um dos degustados no encontro promovido pela Travel South USA, é listado como o segundo Straight Bourbon mais vendido no mundo, na retaguarda do Jim Beam White Label.

Com percentual alto de milho (75%), este Bourbon entrega uma bebida licorosa suave e com
dulçor acentuado. Esse rótulo passa 2 anos em barrica.

De propriedade da sétima maior fornecedora de destilados no país, a Heaven Hill Brands, o Evan Williams é um dos rótulos desta que é a maior destilaria independente e familiar dos Estados Unidos.

Evan Williams 1783 por Reggie Oliveira

Outro degustado da mesma destilaria foi o Evan Williams 1783, que segue os mesmos percentuais em seu mosto (75% milho, 13% de centeio e 12% de cevada) de toda a linha.

O 1783 é feito em pequenos lotes e passa 4 anos em barrica entregando um Bourbon com bastante caramelo e baunilha.

Longe das doses de Bourbon, o Oscar Getz Museum of Whiskey History é uma excelente maneira de compreender o cotidiano dos norte-americanos que decidiram contrariar a Lei Seca, nos anos 20, quando apenas uma receita médica ou a senha de um speakeasy bar permitia beber qualquer mililitro alcoólico. A fim de que a experiência seja completa, na Old Talbott Tavern – construída em 1779 – vale se hospedar na mais antiga parada de diligências dos Estados Unidos, provar os verdadeiros tomates verdes fritos e, claro, degustar um Bourbon em um bar cheio de história.

Pensar em whiskey estando nos Estados Unidos, é pensar em Jack Daniel’s, a marca mais famosa do tipo Tennessee Whiskey, que se distingue pela utilização do processo de filtragem conhecido como Charcoal Mellow, método de filtragem em carvão de bordo de (mapple) açucar compactado.

Localizada na pequenina Lynchburg – que ainda vive sob a Lei Seca -, a destilaria Jack Daniel é um passeio completo com opções de tours de no mínimo 30 minutos, ou sugestões mais prazerosas como o The Taste of Lynchburg, que, ao longo de três horas, além de uma excursão pela fábrica e degustação, também convida para um típico almoço sulista no restaurante Miss Mary Bobo’s, abrigado em uma mansão de estilo antebellum. Na loja da destilaria, além da variada seleção de rótulos também é possível personalizar uma garrafa com o nome que desejar e pedir para entregar.

Jack Daniel's No.7 por Reggie Oliveira

O Jack Daniel’s Old No. 7 também foi degustado no encontro. Não tão licoroso quanto aos outros degustados, o Jack Daniel’s é amplamente conhecido no Brasil.

Com 80% de milho, 12% cevada e 8% centeio seu sabor indica notas
de canela, baunilha, fumaça
e bastante amadeirado.

A Jack Daniel’s faz parte da Rota do Whiskey do Tennessee, que se estende por algumas das principais cidades do estado – Nashville, Knoxville, Sevierville, Gatlinburg, Townsend, Chattanooga, Tullahoma e Memphis – num trecho que retém cerca de 30 destilarias, propondo uma viagem de carro que revela paisagens naturais e vilarejos charmosos, bem como, a cultura vibrante do sul dos Estados Unidos. Percorrer a rota é a chance de descobrir inovações como a da Corsair Distillery, que inseriu quinoa em seu whiskey, ou curtir o olhar vintage da ultra moderna Old Glory Distilling Co. que também produz rum e vodca.

No maior estado do sul, a Geórgia, a produção também está bem representada, com ênfase para a Destilaria ASW que assina a garrafa premiada do Duality Double Malt Whiskey, e para a Lazy Guy Distillery que faz de tudo um pouco: sorvetes, whiskey de centeio e souvenires.

Alabama e Louisiana – ambos Estados não integram rotas de Bourbon ou Whiskey, contudo, para se sentir como um verdadeiro morador aproveitando os encantos do sul, o turista pode descobrir sabores símbolos daqui, caso do Alabama Slammer, drink celebrado nos anos 80 à base de licor de whiskey. Já em Louisiana, o conhaque reina soberano sendo bastante comum encontra-lo em drinques clássicos como Brandy Crusta e o Roffignac, porém, o whiskey ou Bourbon é personagem principal do Cocktail à la Louisiane e do Vieux Carré, ambos inventados em New Orleans. 

Para consultar roteiros disponíveis acesse os links a seguir:

Kentucky Bourbon Trail

Tennessee Whiskey Trail

Travel South USA

Agradecemos seu comentário!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Conteúdo protegido !!
%d blogueiros gostam disto: