Atrações no Centro Histórico de Cartagena

Por Reggie Oliveira

Muralhas antigas, edifícioscoloniais coloridos, praças cheias de palmeiras, ruas estreitas deparalelepípedos que podem ser exploradas de carruagem quando a noite cai. Assimé Cartagena das Índias, um dosmais disputados e belos destinos turísticos de todo o Caribe Sul-Americano. Umacidade com todos os ingredientes de um cenário romântico que serviu deinspiração para o premiado escritor colombiano Gabriel García Márquez (Nobel deLiteratura).

Cartagena é uma cidade decontrastes onde o passado colonial, presente e futuro se esbarram.

Nesta etapa da nossa viagempor esse “Patrimônio Mundial da Humanidade” irei compartilhar alguns de seuspontos históricos, cercados por seus 13km de muros de pedras.

Centro Histórico

Cada atração em Cartagena cativa e inspira com muita história.

Cidade Amuralhada


A Porta e a Torre do Relógio

Construída para defender acidade após o ataque do lendário Sir Francis Drake no séc XVI, a fortificação éa mais completa do continente e uma das mais preservadas muralhas do mundoconforme a UNESCO. A colônia foi assaltada várias vezes por piratas, ingleses,franceses e holandeses. Por esse motivo, o rei Felipe II confiou a missão aomarechal de campo Luis de Tejada e ao engenheiro italiano Bautista Antonelli deconstruir 13 km de muros e fortes para servir de defesa para a cidade.Contruído em etapas, o projeto inicial começou em 1586 sendo terminado apenasem 1796. O muro também tinha a função de separar pessoas ricas e pessoas pobres,que só podiam entrar na cidade para trabalhar. As muralhas são complementadaspor fortalezas na costa, como o forte de San Sebastian del Pastelillo e o Fortede San Fernando de Bocachica. Caminhar sobre esses muros é altamenterecomendado, principalmente no pôr-do-sol, um dos mais fantásticos que jápresenciei e que, segundo a lenda, faz os casais se apaixonarem para sempre!

A Porta e a Torre do Relógio

Este é o portão principal docentro histórico de Cartagena e a entrada original da cidade fortificada. Onome “Puerta del Reloj” se originou da doação de um relógio para acidade no século XVIII e que foi instalado sobre a entrada. Já o nome “Boca delPuente”, usado mais frequentemente entre os nativos da cidade, deve-se ao fatode que, durante a época colonial, havia uma ponte levadiça sobre o canal de SanAnastasio, que ligava a cidade murada ao lendário bairro de Getsemaní. Alémdisso, a ponte servia para a defesa da cidade, impedindo o acesso de corsáriose piratas. Para os conhecedores, esta porta é uma das obras mais importantes daEscola de Fortificação Hispano-Americana e possivelmente uma das mais bempreservadas no Novo Mundo, pois cumpre rigorosamente os princípios daarquitetura de Vauban.

Plaza de Bolívar

Esta típica praça em estilo espanholpreenchida com vegetação tropical foi, durante o período colonial, o coração deCartagena. Seu primeiro nome foi “Plaza de la Catedral”, e em 1610, quando oTribunal da Inquisição foi instalado, chamada de “La Heroica” peloDecreto Real do Rei Felipe III. Em 2 de fevereiro de 1614, adotou o nome de “Plazade la Inquisição”, já que foi cenário do primeiro “Auto de Fé”, ou sentença porheresia. Já em 1896, com a chegada da estátua do “El Libertador” Simón Bolívar,a praça mudou novamente de nome, sendo até os dias de hoje conhecida com “Plazade Bolívar”. Um local marcado por seu passado, touradas e que hoje é ponto deencontro dos “cartageneros”.

Catedral Santa Catalina

Passeio noturno de charrete e ao fundo a Catedral de Cartagena

Localizada ao lado da “Plazade Bolívar”, a Catedral de Cartagena é uma das mais antigas igrejas episcopaisdas Américas. Dedicada a Santa Catalina de Alexandria, foi inspirada nasbasílicas da Andaluzia e das Ilhas Canárias.  Composta por três alas edivididas por colunas, começou a ser construída no ano de 1577 e foi concluída84 anos mais tarde. Um destaque em seu interior é o altar-mor com detalhes em ouro;já no exterior, a catedral é bela durante o dia ou noite, sendo possível vê-lade toda a cidade amuralhada. Renderá ótimas fotos de cartão postal!

Palácio da Inquisição e Museu Histórico de Cartagena

Forca e ao fundo a Catedral de Cartagena

Em uma mansão do séc. XVIII naPlaza de Bolívar, o Palácio da Inquisição é uma das mais elegantes construçõesda época colonial. Ali funcionou o Tribunal do Santo Ofício, que ditava osautos de fé, contra os hereges. Nele é possível ver de perto documentos históricos,aprender sobre a cultura colonial e sentir arrepios observando as ferramentasutilizadas para extrair confissões dos hereges.

Palácio de La Gobernación

A “Casa del Cabildo”, tambémconhecida como o “Palácio de La Gobernación”, funcionava originalmente comopousada de governantes durante o período da administração de Cartagena,enquanto o andar inferior servia de prisão. O edifício foi renovado diversas vezesao longo da história e possui estilo “castellano”, caracterizado pelas duplas galeriasabertas à praça. Agora o Cabildo possui balaustradas na fachada, terraços, varandase mais recentemente, uma nova extensão adicionou três arcos em cada andar.Independentemente das modificações feitas no interior, o prédio mantém grandeparte de suas características originais. Foi no palácio que assinaram o Ato deIndependência de Cartagena, em 11 de novembro de 1811.

Museu de Arte Moderna

Localizado na Plaza San PedroClaver, o pequeno edifício, aberto em 1979, tem como objetivo expor e apoiar otalento de artistas latino-americanos. O acervo é pequeno, porém verifique sehá alguma exposição específica que possa agregar interesse.

Museu da Esmeralda

Um “blend” entre museu e lojaonde é possível ver modelos belíssimos, fotos, vídeos e técnicas de orfebreria,destacando os valores patrimoniais da pedra nacional colombiana, a esmeralda. Setiver interesse em comprar peças, vale pechinchar!

Museu do Ouro Zenú

Inaugurado em 1982 pelo Banco da República, este museu possui uma surpreendente coleção de peças em ouro, cerâmica e prata pertencente às principais culturas pré-colombianas. Um acervo com as mais importantes manifestações dos índios Zenú! No total, 538 peças de ourives, 12 peças de lítio, 61 peças de cerâmica, 6 peças de osso e 48 de conchas.

Museu Naval do Caribe

Em duas galerias divididas em 3.500 m2, Naval e Republicana, este museu exibe exposições permanentes da vida marinha e naval da armada colombiana. A história da pirataria e a arquitetura externa são bastante interessantes.

Museu e Igreja San Pedro Claver

A Catedral de San Pedro Claver não é apenas uma jóia arquitetônica colonial, mas sua importância histórica e religiosa faz dela um dos pontos históricos emblemáticos da cidade de Cartagena. A casa museu San Pedro Claver funciona em um antigo claustro colonial pertencente à ordem dos jesuítas, que chegou à cidade em 1604. Localizado ao lado da igreja com o mesmo nome, nos tempos da colônia, o edifício foi residência do jesuíta San Pedro Claver, um grande defensor dos direitos dos escravos e que foi chamado de “O escravo dos escravos” e “O apóstolo dos negros”. Atualmente o museu é casa de uma coleção arqueológica pré-colombiana e como visitar a igreja é imprescindível, vale conhecer o museu, já que estão no mesmo prédio. Na igreja é possível ver uma urna de vidro com os restos do santo.

Igreja de Santo Toribio

Pequena comparada às outras dacidade amuralhada, a igreja paroquial do bairro de San Diego fica ao lado dapraça dedicada a Fernández Madrid. De acordo com as crônicas de Cartagena, aconstrução desta igreja começou em 1666 e nela encontra-se o único altar emestilo barroco da cidade. Também há uma peça muito peculiar armazenada em umaurna de vidro, uma bala de canhão! A bala foi lançada em um ataque durante amissa do dia de Santo Toribio em 27 de abril de 1741. Ninguém ficou ferido e abala foi preservada como lembrança de um milagre de Deus.

Igreja e Praça de Santo Domingo

Sua construção data do final doséculo XVI, sendo a mais antiga da cidade. Em seu interior vemos  uma imagem de Cristo esculpida em madeira doséculo XIX e uma Virgem Maria com coroa de ouro e esmeraldas. Nos tempos decolônia havia um mito de que a cúpula da igreja foi atacada por uma criaturamaligna, mas que a mesma não obteve sucesso e caiu no poço da praçatransformando a agua pura em água de enxofre. A praça é uma das maismovimentadas da cidade, com inúmeros bares e restaurantes e é nela que seencontra a escultura “Gertrudis” do artista colombiano Fernando Botero.Impossível não capturar uma “selfie” com esta estátua “de peso”!

Teatro Adolfo Mejía

Fundado em 1905 sobre asruínas da Igreja de ”La Merced”, a sua construção foi inspirada na estruturaarquitetônica do “Teatro Tacón de la Habana”. Foi na década de 20 que alcançouseu maior esplendor. Seu interior é riquíssimo, com cadeiras vermelhas develudo e seu exterior simples, porém sofisticado. Vale a visita!

Las Bóvedas

Entre os Fortes de Santa Catalinae Santa Clara, esse complexo de 47 arcos e 23 abóbadas foi construído para finsmilitares durante a independência. Conectado aos muros da cidade fortificada,Las Bovedas hoje é casa de lojas de artesanato, antiguidades e galerias. Um dosespaços mais visitados da cidade.

Agradecemos seu comentário!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Conteúdo protegido !!
%d blogueiros gostam disto: